segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

VEREADOR DR. CARLINHOS FALA DOS GASTOS DESNECESSÁRIOS NA PREFEITURA DE CAUCAIA

VEREADOR SAMUEL FERREIRA DIZ QUE PREFEITURA DE CAUCAIA COMPRA PNEUS PARA CARROS FANTASMAS

MPF E MPCE INVESTIGAM ROMBO DE R$ 300 MILHÕES NA GESTÃO DE WASHINGTON GOIS EM CAUCAIA

Washington Gois
Documentos enviados pelo extinto TCM são suficientes para embasar acusações. Nem mesmo o final da administração do prefeito Washington Gois, em Caucaia, inibiu a apuração das investigações sobre desvios milionários de verbas públicas estaduais e federais no Município. O rombo levantado pelo Ministério Público Federal e Estadual é superior a R$300 milhões, e envolve também secretários como Ramiro Barroso, de Finanças, acusado de desviar R$ 4 milhões da Saúde. Mesmo com a extinção do Tribunal de Contas dos Municíspios (TCM), os documentos disponibilizados para promotores e procuradores já são suficientes para levar tanto o prefeito Washington quanto Ramiro para a cadeia pelas irregularidades cometidas na aplicação dos recursos públicos. Outra linha de investigação é a suspeita de enriquecimento da família do prefeito Washington. Hoje, seu patrimônio constaria de 20 imóveis no Rio de Janeiro e 15 em Portugal, sem se falar na sua mansão no Garrote- que foi filmado por drone- avaliada em R$8 milhões. Quanto a Ramiro, esta indiferente a essa investigação. Ramiro Barroso com mulher e filhos foi para o Havaí, Los Angeles, Nova York, Las Vegas e Disney. Um turismo de 20 dias. E não teme sofrer nenhuma punição pelas fraudes cometidas na gestão de Washington. Fonte: Ceará News7

sábado, 26 de março de 2016

ADOLESCENTE É MORTO EM VENDA DE PEIXES EM CAUCAIA

Foto TV Cidade
Um adolescente foi morto nesta quinta-feira (24), no bairro Icarai, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. A vítima, identificada como Silas Amerson Silva Pinto (17) vendia peixes perto de um supermercado, quando foi atingido com vários disparos nas costas. 
Segundo testemunhas, dois suspeitos se aproximaram em uma motocicleta e o garupeiro desceu. Com capacete para não ser reconhecido, ele disparou contra as costas do menor. O adolescente morreu no local. Em seguida, o suspeito subiu na motocicleta e fugiu com seu comparsa. 
Silas tinha envolvimento com o tráfico de drogas, além de ser usuário. Tinha entrado em uma igreja evangélica há 20 dias aproximadamente e o líder da congregação teria chamado o menor para o ajudar na venda de peixes, onde foi morto. 


Fonte: CNEWS

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016